VALOR COM FRETE INCLUÍDO:

R$ 35,00

Onde encontrar

Amazon (livro impresso)

Para comprar diretamente conosco, entre em contato ou clique sobre o logotipo abaixo.


O jogo da memória

O jogo da memória narra a trajetória de uma mulher que vive no Brasil e retorna à Itália, de onde emigrou com a família ainda criança. Romance maduro e existencialista, representa toda uma geração de imigrantes divididos entre dois mundos.

Orianna, a protagonista, é uma avó que a partir do entrelaçamento de memórias com as histórias ouvidas de seus pais e as experiências atuais com suas filhas e netos busca reconstruir sua identidade na saudosa Spresiano, para onde retorna em busca de respostas e retorna com uma surpreendente descoberta.

Ficha técnica
Autor: Maria Rosa Fontebasso
Ano: 2017
Nº de páginas: 144
Gênero: Narrativa longa


Depoimentos

"Acabei de ler o romance de Maria Rosa Fontebasso - O JOGO DA MEMÓRIA, Porto Alegre: Editora Metamorfose, 2017 - e o movimento no tempo que Maria Rosa nos faz acompanhar me leva a pensar que tudo é sempre agora, ainda que inescapavelmente repleto de ontens e amanhãs. Ao garimpar o passado "como se disso dependesse o futuro", a protagonista comprova que é impossível retornar, como impossível é conhecer adiante. As memórias visitadas hoje são inventadas (como afirmava Manoel de Barros e confirma a neurociência). A tentativa de reconhecê-las e pavimentar-lhes a incompletude, no romance, mistura lugares de ontem aos de agora, passeando ausências ombro a ombro com as presenças e com as mudanças e o momento histórico. Afinal, o tempo não para. (ler íntegra da resenha)"
Ione Mattos

"Acabei de ler O jogo da memória. Assim como título instigou minha curiosidade, as primeiras páginas da leitura aguçaram ainda mais a vontade de ir adiante. Gostei muito do teu jeito de escrever. Para mim, uma dança linda, leve e, em passos delicados, nos levas do presente a um passado antigo no tempo dos homens mas muito próximo no tempo do espírito. Parabéns, tua primeira narrativa longa merece aplausos. Já estou aguardando a próxima. Uma boa escritora se mostra a seu público leitor."
Ana Cocco

Ao começar a ler o livro senti que havia aceitado um convite, só não sabia que tinha sido convidada a valsar. Fui levada com calma e tranquilidade, com a segurança de quem sabe conduzir. Rodopios suaves me transportaram do presente ao passado, me mostrando alegria e saudade, mas em giros rápidos eu seria alçada ao futuro deste Jogo da Memória.
Ivone Fonseca

Acabei de ler o livro bem emocionada. É um romance lindo, de uma riqueza de sentimentos, profundo, leve e intenso ao mesmo tempo. A busca pelas raízes, pelo passado distante em um outro país, misturada ao cotidiano, à vida como ela é hoje, é contagiante. Tua escrita é serena e vai levando e enriquecendo a gente.
Lelei Teixeira